por Reginaldo Urbano

 

A energia e empolgação nos preparativos para a Mobilização Global pelo Desinvestimento não poderiam estar mais em alta. No dia 8 de março, jovens vindos de diferentes comunidades, movimentos e pastorais se reuniram em um dia de preparação para a Grande Vigília pela Criação e pelos Refugiados Climáticos, em Umuarama (PR). A maior parte dos participantes são estudantes universitários, e durante o encontro eles discutiram sobre mudanças climáticas e o uso de energias fósseis. A principal proposta de reflexão foi o lema “juventude em defesa da vida”, que deverá ser também o tema da Concentração e Marcha Climática que acontecerá durante a Jornada Diocesana da Juventude, programada para o dia 8 de abril, na cidade de Pérola (PR).

Participantes do encontro de preparação para a GDM em Umuarama. Foto: Marcel Ribeiro

Participantes do encontro de preparação para a GDM em Umuarama. Foto: Marcel Ribeiro

A Grande Vigília pela Criação e pelos Refugiados Climáticos é um dos eventos programados para a Mobilização Global pelo Desinvestimento no Brasil, e acontecerá em Umuarama no dia 6 de maio. A Diocese de Umuarama engloba 45 paróquias e planeja contar com a presença de cerca de 5 mil pessoas nesses eventos de prece e reflexão.

Apesar de engajados, bem-informados e atuantes na sociedade, muitos dos jovens se mostraram surpresos ao entenderem a dimensão dos impactos da queima de combustíveis fósseis ao meio ambiente, e descobrirem o potencial do desinvestimento como ferramenta para proteger nosso clima. Além de participar da Grande Vigília, muitos deles planejam organizar eventos também nas suas comunidades. “Não podemos ficar parados, vamos mobilizar o setor juventude, a comunidade e a sociedade de Cianorte para uma vigília pedindo o desinvestimento e transformação das atitudes em relação ao nosso planeta, garantindo o futuro da nossa Casa Comum”, contou, empolgada, Ariadner dos Santos Lino, de 29 anos, um das participantes do encontro de sábado.

“Os jovens de nossa Diocese, todos que estavam reunidos nesta tarde de sábado para debater as urgentes mudanças climáticas, assumiram com seus grupos participarem e realizarem ações para que todos possam entender a necessidade de mudança de vida. Uma necessidade de mudança não só de dimensão espiritual, mas de uma conversão de hábitos de vida, olhando de perto o que nosso Papa Francisco nos orienta como consciência ecológica integral”, afirmou Padre Jaílson João da Silva, pároco da catedral e coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora da Diocese de Umuarama.

Jovens fazendo cartazes durante evento em Umuarama. Foto: Marcel Ribeiro

Jovens fazendo cartazes durante evento em Umuarama. Foto: Marcel Ribeiro

O Papa Francisco, em sua carta encíclica Laudato Si’, foi claro a respeito do dever de todos no cuidado e proteção da nossa Casa Comum. Ele sugere, no texto, o abandono dos combustíveis fósseis em prol de fontes de energia limpas e renováveis. “Quanto mais eu conheço, mais fico feliz, mas também assustado”, confessa o Frei Bernardo Luz, coordenador do setor juventude da Diocese de Umuarama. “Digo isso por conta do que ouvi neste último sábado. Eu ficava feliz em ter contato com essas realidades que, enquanto religioso e jovem, ainda posso contribuir com algumas ações para que a minha ‘Casa’, que é também casa de meus irmãos e irmãs, se torne melhor e nos dê uma melhor condição de vida e futuro. Mas ao mesmo tempo, sentia um espanto e tristeza por entender que esse teria que ser um olhar não somente meu mas de todos que desfrutam dessa ‘Casa’. Quantos ainda dormem e não enxergam o que estamos fazendo com nossos maus hábitos diários, e quantos podem fazer muito mais e se omitem por conta de favorecimentos financeiros? Que a esperança não desapareça é o que desejo”.

A Mobilização Global pelo Desinvestimento acontece em todo o mundo entre os dias 5 e 13 de maio, e já há eventos programados nos 5 continentes. Para ficar ligado nas ações já registradas no Brasil e América Latina, dê uma olhada no nosso mapa.

Precisamos da participação de todos! Peça à sua paróquia, diocese, escola ou universidade para que retire seus investimentos dessa indústria imoral e destrutiva! Descubra mais sobre o que é o desinvestimento de combustíveis fósseis e o seu potencial para frear o caos climático em: https://gofossilfree.org/brasil

FacebookTwitter