Como realizar uma campanha Zero Fósseis

Um manual passo a passo para a mobilização local — desde a construção de um grupo até as conquistas, aprenda como escolher um alvo, definir suas demandas e planejar suas ações.

Bem-vind@

Se você está começando, esta leitura será de grande ajuda…

Esta campanha ganha força com pessoas como você em todo o mundo. Embora cada grupo seja diferente, a forma como construímos grupos e campanhas Zero Fósseis segue a mesma receita. Como qualquer receita, você pode adaptá-la se desejar!

Este guia de campanha servirá de orientação nas semanas e nos meses que estão por vir, à medida que você for avançando. Ao registrar um grupo ou encontro, você vai passar a fazer parte da comunidade global Zero Fósseis. Estaremos em contato, oferecendo recursos úteis e apoio para ajudar a fortalecer a voz do seu grupo.

Os detalhes da campanha: seu ponto de partida

O que é Zero Fósseis?

A Zero Fósseis é uma campanha global descentralizada em favor de uma revolução energética que interrompa o crescimento dos combustíveis fósseis até 2020 e acelere uma transição justa rumo a 100% de energia livre e renovável para todos.

De cidade em cidade, em todo o mundo, estamos mobilizando um poderoso movimento de cidadãos que retira da indústria dos combustíveis fósseis tudo que ela necessita para crescer e sobreviver: a licença social, a licença política e o dinheiro.

Nós nos mobilizamos nas comunidades para parar ou proibir a construção de novas infraestruturas de carvão, petróleo e gás. Nossa campanha também visa o comprometimento de instituições locais com o uso de energia 100% livre e renovável. Esse tipo de comprometimento não apenas transforma nossa matriz energética, como também apoia e capacita os trabalhadores afetados pelas mudanças climáticas – além de fazer com que as comunidades voltem a ser proprietárias da energia.

>> Leia mais sobre a campanha Zero Fósseis em nossa página Sobre.

Quais são as demandas?

Acabar com os projetos de combustíveis fósseis em todo o mundo.

Queremos uma interrupção total e global até 2020 e, na sequência, o desligamento das infraestruturas de combustíveis fósseis existentes, de modo que possamos construir o novo: um futuro energético justo para todos.

A exploração realizada nos projetos de combustíveis fósseis atuais já basta para nos colocar bem acima do limite crítico de 1,5 °C de aquecimento. Não podemos continuar expandindo essa indústria.

Devemos caminhar para a abolição gradual de toda a energia gerada a partir dos combustíveis fósseis. Nem mais um centavo para a energia suja.

Responsabilizar a indústria dos combustíveis fósseis pela crise climática significa desinvestir, cancelar fundos e rejeitar patrocínios oriundos dessa indústria.

Ao retirarmos o apoio da opinião pública à indústria dos combustíveis fósseis, podemos acabar com a dependência de nossa economia e de nossos governos, abrindo caminho para uma transição justa.

Uma transição justa e imediata rumo a 100% de energia livre e renovável para todos

Estamos unidos para exigir que nossas instituições locais se comprometam com uma transição justa e imediata rumo a 100% de energia livre e renovável para todos.

Essa transição deve ser rápida o bastante para que possamos evitar os efeitos mais graves das mudanças climáticas. Ela também deve se desenrolar de modo que não replique as injustiças e violações de direitos humanos presentes na extração de combustíveis fósseis e nessa matriz energética como um todo. Esse processo vai demandar liderança e planejamento de governos e comunidades.

Como as demandas se articulam?

As três demandas da campanha Zero Fósseis podem ser independentes ou integradas. Você pode começar com uma delas até obter uma vitória, e logo trabalhar nas outras, ou combiná-las desde o início.

As três demandas fortalecem umas às outras. Afinal, uma forma de alcançar um futuro 100% renovável é acabar com o uso de combustíveis fósseis, mas isso não vai acontecer se nossas cidades, universidades, escolas e lugares de prática religiosa seguirem financiando a indústria responsável por esses combustíveis. Nosso movimento visa criar obstáculos para a atividade da indústria, ao mesmo tempo em que acelera a transição rumo a um futuro justo e renovável para todos.

Onde encontro mais recursos e informações?

A área de recursos é nosso ponto de partida. Visite as páginas das três demandas:

Capacitação online: capacite-se nesses cursos online sobre as mudanças climáticas e sobre o que você pode fazer a respeito. Cada curso oferece atividades interativas e multimídia para ensinar as habilidades que você pode usar para organizar, mobilizar e mudar o clima. Visite: https://pt.trainings.350.org/

Ao longo do guia de campanha, você encontrará links para recursos úteis e estará em contato com novos recursos à medida que eles forem sendo desenvolvidos.

Passo #1

Mobilize-se localmente


As pequenas equipes locais são os propulsores do nosso movimento.

Atuar em escala local significa poder realizar encontros pessoalmente e trabalhar para mudar as instituições que estão a seu alcance imediato – seja no contexto de uma comunidade ou de uma cidade. Quando milhares de pessoas como nós fazem isso juntas, a transformação necessária para um mundo Zero Fósseis pode vir à tona.

Atuação local significa trabalho em equipe: contribua com a sua curiosidade e o seu comprometimento, não com o seu ego.

As mudanças sociais exigem muito mais do que uma pessoa cheia de argumentos: elas demandam que colaboremos com nossas diversas habilidades e experiências, tendo sempre o comprometimento de trabalhar duro para alcançar nossos objetivos e a curiosidade para aprender e aperfeiçoar nossa eficácia.

Formação de grupos

Quando começar a organizar seu grupo Zero Fósseis (caso não exista um na sua região), convide pessoas que possam contribuir com comprometimento e curiosidade. A maioria dos grupos locais começa com um mínimo de três pessoas.

É importante que o seu grupo converse e tenha consenso quanto a valores e princípios.

Como parte do processo de registro, seu grupo deverá discutir e concordar com os Princípios de Mobilização Zero Fósseis. Ao formar e registrar o seu grupo na campanha, você receberá mais informações sobre o processo.

O site https://pt.trainings.350.org/ oferece uma série de recursos de treinamento que podem ajudar você em sua jornada para desenvolver um grupo eficiente.

Global Power Shift, 2013.

Passo #2

Sua estratégia


O que é uma campanha, o que é estratégia?

Uma campanha é um esforço dirigido a um fim específico. Exemplo: fazer com que uma cidade proíba o desenvolvimento da indústria dos combustíveis fósseis ou que uma instituição pública se comprometa com uma mudança justa rumo à energia renovável, de modo que as comunidades tenham maior controle sobre a energia.

Imagine sua estratégia como uma ponte que seu grupo precisa construir para ir do lugar onde está atualmente rumo ao objetivo final. Sua visão é o sol que orienta você ou o mundo no qual você deseja viver. Ao longo dessa ponte, existem degraus. Eles são as táticas e ações que você tem à disposição para criar poder e aproximar o seu grupo da vitória. Também é importante ter alguns marcos nesse percurso, para ter mais clareza a respeito do que você já andou e do quanto ainda precisa trilhar.

Seu objetivo é criar uma série de ações e momentos-chave que possam gerar força suficiente para provocar a mudança que você deseja.

Um grupo sem estratégia versus

Um grupo com estratégia e objetivos claros 

Introdução – 1 Definindo objetivos

Você não precisa ser um especialista em finanças para começar uma campanha de financiamento Zero Fósseis, tampouco ser um especialista em energias renováveis para pressionar instituições locais a se comprometerem com energia 100% renovável.

O elementodecisivo será sua capacidade de demonstrar apoio popular: tornar evidente que sua equipe representa uma massa crítica grande demais para ser ignorada e capaz de convencer seu alvo a atender suas demandas.

Objetivos dão direcionamento. Portanto, estabeleça alguns desde já! Eles são os indicadores com os quais você pode mensurar o seu progresso. Quais serão suas conquistas em três meses? E em seis meses? Quando você conseguirá vencer? Crie uma linha do tempo realista e trabalhe nos bastidores planejando o que será necessário para vencer.

Faça a capacitação online Estratégia de Campanha

2. Seu alvo

Depois, reflita sobre quem é o seu alvo e o que você está exigindo dele. Seu alvo é a pessoa que tem o poder para bater o martelo sobre as suas demandas. Toda campanha deve ter um alvo claro – uma pessoa, uma assembleia, um conselho, etc. – que possa ser forçado a lhe atender.

O alvo é quem toma decisões. Você precisa ser específico: o alvo deve ter nome, endereço e telefone. Deve ser uma pessoa que você possa desafiar e responsabilizar.

Na maioria dos casos seu alvo principal será local, então você poderá ter acesso direto a ele e fazer com que se engaje na sua campanha. Se seu alvo não for local, talvez você queira identificar alvos indiretos: pessoas e instituições a quem você tem acesso e que podem influenciar seu alvo principal.

3. Sua(s) demanda(s)

A campanha Zero Fósseis tem três demandas principais. Escolha a(s) demanda(s) de sua preferência. Sua(s) demanda(s) serão destinadas ao seu alvo: por exemplo, a pessoa que toma as decisões necessárias para a mudança que você deseja. Leia os guias de campanha:

Lembre-se: uma campanha bem-sucedida exige demandas amplas o suficiente para provocar mudanças substanciais, mas elas também devem ser viáveis e específicas.

Global Power Shift, 2013.

Passo #3

Recrutar + criar poder


Engajar a população é essencial para aumentar sua base de apoiadores e demonstrar ao seu alvo o poder popular que você conquistou – além de forçá-lo a seguir a liderança da comunidade.

Ao iniciar uma mobilização, você deseja fazer com o que as pessoas deixem de ser passivas ou observadoras neutras e passem a ser apoiadoras ativas. Mapear seus diferentes grupos e comunidades no Espectro de aliados (veja a imagem abaixo) é uma forma de ajudá-lo a identificar e priorizar aonde quer chegar e quem deseja alcançar.

 

Recrute pessoas!

O recrutamento é um dos aspectos mais importantes e desafiadores de uma campanha. É como o batimento cardíaco que dá vida e energia à sua mobilização. Sem batimentos, a campanha pode rapidamente sucumbir.

Cada reunião, ação, evento e conversa é uma oportunidade para recrutar novas pessoas.

Não podemos esperar que o recrutamento aconteça naturalmente e não devemos esperar, sem um bom plano, que as pessoas permaneçam engajadas. É por isso que, como em qualquer boa campanha, o recrutamento exige uma visão sobre o que você deseja construir, uma estratégia de como você vai fazer sua equipe crescer, táticas para trazer novas pessoas – e pessoas para realizar o trabalho!

Por que recrutamos de forma ativa?

Para que a campanha cresça: construir poder para a campanha, criando visibilidade e trazendo novos membros

Para espalhar a palavra: construa relações e compartilhe nossa visão em conversas um a um e em recrutamentos mais amplos como palestras, exibições de filmes etc.

Para fortalecer nossa equipe: não estamos buscando números apenas, queremos encontrar pessoas que contribuam com novas habilidades, perspectivas e energia para o nosso trabalho.

Para desenvolver e manter novos líderes: o recrutamento oferece as oportunidades de colocar nossa mensagem em prática, liderar um time de recrutamento e gerar comprometimento com a campanha. Nada melhor para engajar pessoas do que fazer com que se sintam responsáveis por manter quem acabaram de recrutar.

Você pode selecionar pessoas em sua comunidade: organize eventos públicos, comícios, fale para grupos escolares, organizações comunitárias, etc.

Você também pode recrutar online: inicie uma petição, organize um evento e peça para as pessoas se registrarem. Isso será extremamente útil para manter contato com a base – sua equipe vai saber mais sobre as ferramentas digitais disponíveis para contribuir em sua campanha e recrutar online.

A crise climática não existe dentro de um vácuo

Ela cresce a partir das mesmas raízes culturais e econômicas de preconceitos endêmicos como o racismo, o sexismo, o classismo, o capacitismo, a homofobia e a transfobia. Se desejamos encarar e vencer a batalha da justiça climática, não podemos focar somente no carbono presente na atmosfera. Precisamos de um movimento diversificado, comprometido com uma justiça para todos. Isso requer esforço e vontade de tornar nossa mobilização amplamente acessível.

Por exemplo, em Joanesburgo (África do Sul), grupos ambientais e de jovens, desempregados e trabalhadores construíram seu poder se articulando para exigir empregos verdes, inclusive para quem trabalha diretamente com combustíveis fósseis. Nas próximas duas décadas, centenas de milhares de empregos serão criados na transição para a energia livre e renovável.

People's Parliament, Australia, 2015.

Passo #4

Desafie seu alvo


Como militante local, você precisa identificar momentos que permitirão que você e seu grupo construam e apresentem o inegável poder da população. Para isso, você precisará exercitar esse poder por meio de ações estratégicas. Você e o núcleo do seu grupo devem identificar séries de oportunidades para entrar em ação, encontrar ou influenciar seu alvo.

Você também pode criar as oportunidades – ou fazer parte daquelas iniciadas pela campanha Zero Fósseis global: dias globais de ações são momentos poderosos para mostrar aos alvos locais que há uma onda global de mobilização.

Uma das coisas mais poderosas a se fazer é forçar o alvo a escolher de que lado da história ele deseja estar: crie um dilema – uma situação em que não escolher um lado pode claramente manchar a imagem dele diante do público.

Ações poderosas contam uma história poderosa antes, durante e depois. Sua ação sempre deve falar por si só em fotos e na mídia. Portanto, pense visualmente! Isso demanda planejamento, treino e prática.

Prepare-se a longo prazo

Sua campanha durará até você vencer. O que significa que você deverá retroceder sempre que necessário. À medida que sua campanha cresce, identifique as pessoas que estão do seu lado – mesmo se elas estiverem trabalhando com ou próximas de seu alvo: os chamados “infiltrados”.

Trabalhar com eles é crucial. Você pode montar um espectro de aliados com o seu grupo para mapear possíveis alianças.

Muitas instituições comprometeram-se publicamente a agir em resposta às mudanças climáticas – algumas de forma mais ousada que outras, ainda que os compromissos ainda não estejam necessariamente sendo implementados. É importante fazer referência a esses comprometimentos na sua comunicação. Quanto mais relevante for o seu discurso para essas instituições, melhor. Mesmo que você não goste delas, é melhor ser construtivo ao interagir com essas instituições.

Você não precisa ser um especialista na questão (há pessoas e recursos que podem lhe ajudar) e você não está lá para dar conselhos legais, financeiros ou para construir um amplo plano renovável. Seu papel é dar voz publicamente a uma demanda e construir um poder visível, de modo que sua reivindicação se torne a nova normalidade.

Negociações de bastidores funcionam melhor quando você tem uma campanha pública e notável, com apoio popular, à qual você pode fazer menção. Portanto, não fique atolado em negociações – e não comece aí.

Nunca desista. Seu alvo talvez não diga “sim” de primeira… Mas insista! As campanhas raramente têm sucesso em uma primeira tentativa. Você pode experimentar rejeição, retaliações e recusas a se envolver com você e se engajar na sua campanha. Mas não se abale: com uma campanha consistente você pode ser – e será – bem-sucedido. Se você se sentir perdido, saiba que há muitas outras pessoas na mesma situação com as quais você pode compartilhar o que está sentindo. Você faz parte de uma comunidade #FossilFree global!

Peruíbe, Brazil

passo #5

Escalada: Esquentando a chapa


Com o passar do tempo, as ações do seu grupo devem passar por uma escalada – aumentando a ousadia, a frequência, a criatividade ou o número de participantes. Mas não muito rápido! Você deve se assegurar de que seus apoiadores permanecem ao seu lado.

Uma escalada não significa necessariamente confronto – um embate com as autoridades é algo que nem todo mundo pode arriscar. Uma escalada pode ser visual e artística. Criatividade é fundamental! De flash mobs a faixas, há muitas coisas que você pode fazer para aumentar a pressão em favor das suas demandas. Veja aqui algumas ideias e inspirações.

As melhores ações geram entusiasmo em relação à campanha, possuem uma lógica de ação clara e impactam o alvo – além de terem um equilíbrio entre planejamento avançado e flexibilidade para responder a mudanças repentinas no seu contexto local.

Treine! Treine! Treine!

Treinamento é parte integrante de qualquer campanha. Essencialmente, treinar é ensinar – uma forma de compartilhar habilidades, abordagens políticas, desenvolver líderes e dividir o trabalho de forma mais equitativa com a sua equipe.

O ciclo agir-recrutar-treinar é uma excelente maneira de pensar sobre a estrutura de sua campanha. O treinamento é o que torna possível repetir esse ciclo mais e mais vezes, além de permitir o aumento e impacto do seu trabalho.

Passo #6

Conte sua história + inspire outros


Todo mundo tem o poder de contar suas próprias histórias e as de sua comunidade – ainda mais com a expansão de novas tecnologias digitais e redes sociais.

Histórias têm a capacidade de construir relações e empatia entre grupos de pessoas. As histórias têm a habilidade de persuadir as pessoas a agirem e se envolverem. Elas tocam o coração das pessoas. Uma história vai muito além de uma manchete ou de um fato – é algo que fica com você e que tem o poder de transformá-lo.

Especialmente diante da crise climática, precisamos de pessoas, ao redor do mundo, que contem suas histórias, compartilhando suas realidades, conquistas e esperanças. Se conseguimos persuadir nossas comunidades a enxergarem e escutarem, então podemos engajar pessoas a continuar na luta pela mudança que necessitamos.

Baixe o Pacote de Storytelling Digital

Quando compartilhar suas histórias, use a hashtag #ZeroFósseis em suas redes sociais, marque a fanpage Fossil Free no Facebook e a @GoFossilFree no Twitter. Sempre que possível, ajudaremos a amplificar seus posts para uma audiência global. Confira mais recursos aqui.

Passo #7

Vença!


Há muitos componentes em uma boa campanha. Por vezes, pode parecer que nunca chegaremos lá. Mas fique tranquilo porque nós podemos e vamos vencer! E quando isso acontecer, é importante comemorar!

Todas as conquistas (mesmo que seja um pequeno passo em direção a uma vitória maior) devem ser compartilhadas e celebradas em alto e bom som. Talvez você fique sabendo com antecedência quando uma decisão ou vitória potencial está prestes a acontecer.

Nesses casos, certifique-se de ter o máximo possível de material preparado de antemão. Alguns passos para se pensar a respeito:

  • permita que a equipe Zero Fósseis, bem como suas outras redes, saibam sobre as decisões-chave que estão por vir (mesmo que o fim seja incerto), de modo que todos estejam prontos para compartilhar as novidades.
  • Tenha um release de imprensa preparado com citações de figuras importantes da comunidade e daquelas que tomam as decisões. Se você aguarda uma decisão, pode ser útil ter diferentes releases de imprensa, preparados para distintos cenários – assim você consegue responder de forma mais rápida. Para ver alguns eventos, confira a página de mídia da Zero Fósseis e baixe o Kit de Ferramentas de Mídia.
  • Escreva um post de blog que conte a história de como você fez a participação popular vencer e compartilhe o post nas redes sociais quando você estiver preparado. Ao compartilhar suas histórias, use sempre a hashtag #ZeroFósseis.

Passo #8

Não pare por aí!


Você venceu? Tome seu tempo para celebrar e compartilhar as boas notícias. Vale reforçar: comemorar vitórias é muito importante para a construção de um movimento.

Tome seu tempo para respirar e refletir a respeito daquilo que você alcançou e aprendeu com a campanha. Alguns desses aprendizados serão de interesse de outras campanhas – compartilhe o que você aprendeu!

Depois, você pode mudar para o próximo nível e decidir o que deseja fazer para continuar engajado:

  • ajudar uma campanha em uma cidade ou comunidade vizinha?
  • Mobilizar-se em torno da mesma demanda, em escala maior (tendo como alvo uma instituição regional ou mesmo nacional)?
  • Ou então seguir em campanha na mesma escala, mas dedicando-se a uma demanda diferente?

350.org e Zero Fósseis

A campanha Zero Fósseis é um projeto da 350.org em colaboração com muitos outros parceiros e voluntários. Nosso site é a plataforma principal para campanhas e mobilizações descentralizadas apoiadas pela 350.org. Isso não é tudo que a 350.org realiza, embora toda a nossa atuação esteja relacionada à criação de um mundo Zero Fósseis. Você pode visitar o site 350.org para descobrir mais sobre o trabalho que estamos desenvolvendo.

FacebookTwitter