Zero Fósseis – Reivindicação nº 1

Uma transição justa e imediata para alcançar 100% de energia livre e renovável.

Acelerar a mudança em direção a uma nova economia energética, justa e limpa, que funcione para todos, apoiando soluções elaboradas pelas comunidades.

Não podemos continuar usando energias provenientes de combustíveis sujos do século passado. Chegou a hora de alimentar nossas comunidades com energia limpa, livre e renovável, gerada a partir do sol, da terra, do vento e da água.

A transição para uma economia energética limpa deve ser justa e imediata, sem deixar ninguém para trás.  Vamos dar mais controle para que indivíduos e comunidades recuperem o poder que está nas mãos de empresas gigantes e irresponsáveis.

descubra como

Ben Powless / Survival Media Agency

Acelerar rumo à energia 100% livre e renovável.

Dê início a uma mobilização ou participe de uma campanha para exigir que autoridades locais, universidades, espaços de culto e empresas locais se comprometam com uma transição justa e imediata para um contexto de energia 100% livre e renovável para todos.


Como essa campanha será vencedora

Painéis solares podem gerar energia para um edifício, mas, para que a mudança aconteça, é preciso que as comunidades mobilizem seus esforços. Ao conectar nossos esforços e contar a história do nosso futuro com energia limpa, podemos construir os bairros mais justos que queremos e fazer com que os governos locais e nacionais sigam o nosso exemplo.

Estamos fazendo esta campanha desde as pequenas comunidades locais até os níveis nacionais e globais. Aqui vai um resumo de como as coisas funcionam em cada um desses níveis.

Primeiro: seu bairro/sua cidade

Pessoas trabalhando juntas em seu bairro para pressionar instituições locais a se comprometerem com a meta de 100% de energia livre e renovável, exigindo que políticos locais e nacionais apoiem a iniciativa.

Depois: o seu país

Pressão para mudanças de políticas e legislações, tendo em vista um contexto de energia 100% livre, renovável, acessível e justa para todos.

Por último: o mundo

Grupos locais e instituições ao redor do mundo unindo forças em momentos cruciais coordenados, de modo a criar um sentido de urgência para a transição global de nossas matrizes energéticas.

Comece agora

Vitória!

Portland (Oregon), EUA

Após anos de resistência a megaprojetos de combustíveis fósseis, ativistas de Portland decidiram exigir mais.

Três anos e duas resoluções legislativas municipais depois, novas políticas locais vedam a implementação de novas instalações de combustíveis fósseis e aceleram o processo de transição justa para um contexto de energia livre e limpa.

Mais sobre a campanha 350PDX →

Perguntas frequentes

 

Como posso acelerar a mudança para um contexto de energia livre e renovável para todos?

Investigue se existem instituições locais que se comprometeram com a energia livre e renovável ou tomaram medidas para adotá-la. Identifique as instituições cuja eventual transição para a energia livre e renovável se tornaria simbolicamente poderosa,na sua visão e na de sua comunidade..

Pode ser qualquer organização proeminente que tenha vínculos comunitários com a população de sua região. Por exemplo:câmaras municipais, entidades dos transportes, locais de culto, universidades, escolas e qualquer empresa local… Mas a escolha é sua!

Organize sua campanha com foco em uma instituição local que possa se comprometer com a causa. Essas campanhas serão diferentes conforme a instituição escolhida e as barreiras que ela possa vir a enfrentar ao optar pela energia livre e renovável. (guia completo da campanha em breve!)

Se você tem certeza de que os políticos locais vão oferecer resistência às suas reivindicações, pense em uma forma de pressioná-los ao máximo realizando uma pesquisa de opinião com as pessoas da comunidade onde você vive, de modo a mensurar e tornar público o nível de apoio popular da energia livre e renovável, bem como das reivindicações relacionadas à campanha Zero Fósseis

O que é energia 100% livre e renovável?

Não significa apenas geração de energia elétrica 100% livre e renovável, mas também energia totalmente renovável nos transportes (carros, ônibus, caminhões, trens e aviões) e 100% de energia renovável em casas e empresas – incluindo sistemas de calefação, no caso dos países mais frios

Alcançar os 100% de energia renovável – para eletricidade, transporteande aquecimento – exigirá a redução de demandas insustentáveis (consumo excessivo), o aperfeiçoamento da eficiência energética e a mudança dos sistemas de transporte e aquecimento – por meio do uso de energia elétrica em vez de combustíveis líquidos e gasosos.

Projetos que sejam, ao mesmo tempo, de economia de baixo carbono e que tenham menos impactos socioambientais, como as energias solar, eólica, maremotriz, geotérmica – e algumas formas de biomassa sustentável e de energia hidroelétrica em pequena escala – são fontes comuns de energia limpa, justa e renovável.

O que significa uma transição justa e imediata para um contexto de energia 100% renovável?

Acreditamos em um mundo com clima saudável e economia igualitária.

Uma transição justa para um contexto de energia 100% livre e renovável para todos vai fortalecer o controle comunitário sobre a energia e seu acesso, contribuindo também para o respeito aos direitos, especialmente, das comunidades e trabalhadores mais afetados, além de possibilitar a responsabilização dos poluidores.

Não queremos que ninguém fique para trás nessa transição de nossas matrizes energéticas, especialmente as milhões de pessoas em todo o mundo que atualmente não possuem acesso adequado à eletricidade e aquelas que vivem com uma energia muito precária.

Exigimos que os governos se comprometam a reeducar e recontratar trabalhadores e tornem acessíveis os empregos relacionados à energia limpa. Além disso, os governos devem garantir que as comunidades que precisaram lidar com o ônus maior das mudanças climáticas e dos projetos de combustíveis fósseis sujos tenham as oportunidades e os recursos econômicos necessários para que possam se recuperar dos impactos climáticos.

O que dizer sobre as energias renováveis que também fazem mal a pessoas e ecossistemas?

É verdade que algumas empresas estão tirando vantagem da popularidade crescente da energia renovável, de modo a aprovar projetos que deslocam pessoas de forma injusta, prejudicam ecossistemas importantes ou priorizam o lucro em detrimento dos direitos e da voz democrática de nossas comunidades. É aí que começa a parte justa da transição. Não queremos apenas substituir uma matriz energética injusta por outra – ainda que limpa. Veja acima como entendemos o significado de uma transição justa.

Quando devemos alcançar os 100% de energia renovável?

De forma objetiva: o quanto antes.

As mudanças climáticas já estão acontecendo, e pessoas já estão morrendo ou perdendo suas casas e suas formas de viver. Qualquer aquecimento mínimo do planeta é ruim, e a verdade é que não sabemos ainda o quão nocivas podem ser as consequências desse processo.

A boa notícia é: podemos ver em casas, locais de culto, empresas, prédios governamentais – e em ônibus e smartphones – que a energia limpa, além de possível, já existe em muitos lugares. Não é somente uma questão de potencial técnico, mas também de vontade política e de interesses corporativos com os quais nos defrontamos atualmente.

Essa transição deveria ter acontecido 20 anos atrás. Com frequência, há objetivos sendo estabelecidos, de modo a alcançar 100% de energia livre e renovável, que não são ambiciosos o bastante. Somente uma minoria de empresas e interesses poderosos colocam-se como obstáculos. Com a crise climática se desdobrando à nossa volta, devemos correr em direção a esse objetivo o mais rápido possível, aproveitando os nossos melhores e mais poderosos momentos.

Sabemos que esse percurso deve ser justo também para os países mais pobres e financiado por aqueles que são os maiores responsáveis pelo atual estado das coisas. Mas os países que estão em melhor situação para efetuar essa transição mais cedo têm a responsabilidade de realizá-la e de contribuir para que esse desejo se dissemine em toda parte.

FacebookTwitter